Stramblogando II

abril 9, 2006 at 10:53 am (matutando)

Minha blogante amiga Gisele continua tentando me convencer a escrever em Inglês, para que o stramblog seja acessível a mais gente. Ah, tentação. Não sei se nem no Brasil tem gente interessada nas minhas mirabolices, mas a possibilidade de ter o mundo me ouvindo é impressionante. Em 1995 eu me apaixonei pela internet, dei-me conta de sua imensidão quando uma generosa e desconhecida alma australiana me enviou a perfeita solução para um problema de GIS que eu vinha enfrentando. Ainda hoje permaneço maravilhada.

Mas o Português está me escorrendo pelos dedos, eu preciso recuperá-lo. Num dia penso que escrevi uma coisa errada e me corrijo, no outro percebo que errada estava a correção. Houve (com H) um tempo em que eu sabia Português pelos olhos e ouvidos, hoje não conto com a certeza de nada e me vejo correndo atrás de regras.

3 Comentários

  1. Gisele said,

    Querida Marta,

    Ouca o seu coracao. Sei que e’ legal a possibilidade de chegar aos 4 cantos do mundo atravez do ingles e’ tentadora. Descobrir novos amigos, trocar ideias com pessoas tao longe e’ muito legal, mas exercitar o portugues imagino ser muito gratificante. Voce tem razao, a gente acaba esquecendo muita coisa e ‘blogar’ e’ uma otima maneira de manter a forma. Tenho certeza que voce tem muitos ‘fãs’ lusofonos.
    E fala para a sua irmã criar coragem para fazer um blog. E’ tao divertido! E um eficiente motivador. Da’ vontade de criar, criar sem parar…

  2. sigsag said,

    É Marta, não tem jeito. Depois de tantos anos se esforçando no Anjo, agora não decepcione. Que você seja obrigada a se comunicar em inglês no seu local de estudos ou de trabalho, ou mesmo para cosneguir aquilo que precia ou deseja, é uma coisa. Mas nada melhor do que nosso pátrio idioma para nos fazer realmente compreendidos.
    Sabe aquela coisa do tempo infinitesimal entre o pensamento e a execução do pensamento? Reduz muito quando é no mesmo idioma em que fomos treinados desde a mais tenra idade. E se nós podemos aprender outros idiomas para nos comunicarmos com outras nacionalidades, por que eles também não podem aprender o nosso? Não aceito o paradigma de que “o inglês é o latim da modernidade”. E lembre-se – latim, hoje, é “língua morta”, então…
    Ainda estou pensando sobre a criação do blog. As condicionantes restritivas são aquelas que já te falei, mas a idéia é tentadora. Veremos!
    NOSSA!!! O comentário quase virou uma palestra!!! Desculpe! Acho que me empolguei… rsssss…

  3. Adriana Strambi said,

    Olha prima, se você descobriu a Internet em 1995 e até hoje está maravilhada, imagine eu que acabo de descobrir e tenho até medo de pensar nas possibilidades que ela nos permite. Um mundo maior do que eu imaginei um dia conhecer sem sair de casa. Mas já estou percebendo o quanto ela é perigosa, pois nos afasta do que é mais importante para o nosso crescimento: o outro. Por isso mesmo, nunca abandone o Português, nem seus amigos e parentes, e nunca deixa de fazer novos contatos com pessoas ao vivo e de verdade, pois a vida só acontece do outro lado, o lado da realidade, do humano que existe em nós. Parabéns pelo Blog, é fantástico conhecer este recursos também, eu ainda não conhecia. Bárbaro. Nunca da afaste do que há de melhor em você: a integração com o outro através do olhar e do ouvir, do tocar e do amar. Beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: